Enquete
Qual estação do ano você escolhe para seu casamento?
 
Masturbação - A culpa

Negar a masturbação e as fantasias que giram em torno das pessoas quando elas se permitem o “auto prazer” é muito difícil. E é ainda mais difícil assumir o ato masturbatório como uma coisa simples e necessária, algo tão biológico quanto suar e chorar.

Muitas pessoas costumam se sentir culpadas e até humilhadas pelo fato de se masturbarem. Estes sistemas de negação indicam o quanto a “moram sexual” atua em cada pessoa, pois elas deixam de dar vazão a um instinto natural, para se preocupar com o significado deturpado da coisa.

Masturbar-se é descobrir seu corpo, seus pontos fortes, os lugares de maiores excitações, é uma estimulação ao ato sexual. Essa estimulação pode ser feita por uma série de técnicas agradabilíssimas, simples e naturais que se descobre ao longo do tempo e da intimidade de cada um.

A masturbação, além de ser uma experiência importante, é prazerosa. Todos sabemos e todos já vivemos os seus efeitos. Ela é a forma pela qual a maioria de nós descobre como os nossos corpos respondem à estimulação sexual. Assim como se aprende a falar antes de conversar, masturba-se antes de aprender a fazer amor.

É muito melhor pensar na masturbação como uma prática sadia e não como sinônimo de solidão e incompetência no amor.

 

 

Matéria publicada pelo C&Cia, para melhorar seu namoro, noivado, casamento, casamentos e ajudar as noivas e casais.



          

 Pontos e regiões erógenas
 A contracepção na História
 O penhoar - “peignoir ou robe”
 Sexo por sexo
 Sensualidade no Casamento

                      Publicidade
Advertisement

Advertisement

Advertisement

Advertisement

               Guia de serviços
Anuncie no C&Cia

Lista de Presentes

Anuncie no C&Cia


Calígrafos e Convites

Anuncie no C&Cia

Anuncie no C&Cia