Enquete
Qual estação do ano você escolhe para seu casamento?
 
Desemprego

Em geral, ao sentir-se impotente diante das dificuldades, o marido cobra o apoio da mulher. Mas como ela também está angustiada com a situação, passa a exigir uma reação dele.

A perda de emprego é uma experiência que traz ao indivíduo e ao casal muito estresse. Quem passa por isto sofre um tremendo abalo, pois existem vários agravantes: contas a serem pagas, ociosidade, sentimento de inutilidade, nervosismo por ter que ficar em casa, recusas em tentativas de busca de nova colocação, sentimentos depressivos, entre outros.

Se for o homem que está nesta situação é mais difícil, pois fica a cobrança machista da sociedade,  já que a esposa ( caso trabalhe ) terá que suprir as necessidades financeiras sózinha  enquanto ele não se recoloca profissionalmente.

Esse novo elemento que afeta drásticamente o padrão de convivência pode trazer crise ao relacionamento.

O desemprego traz consigo sentimentos como: medo, ansiedade, insegurança e diminuição da auto estima. Isso vai se agravando com o passar do tempo.  É uma crise que vai atingir todos os membros da família.

Portanto, é preciso muita união familiar e principalmente paciência com o membro desempregado. Devem tentar superar essa situação antes que ela estresse o casamento.

As pessoas desempregadas tornam-se nervosas, perdem a calma com facilidade, sentem-se inúteis, preocupam-se com as contas do final do mês, não têm paciência.

Tornam-se sensíveis, ansiosos pela falta de dinheiro. São obrigados a cortar vários gastos da família.

A perda de emprego é sempre grave. Obriga a família a se adaptar a mudanças financeiras e fragiliza tremendamente o casal. Em geral, ao sentir-se impotente diante das dificuldades, o marido cobra o apoio da mulher. Mas como ela também está angustiada com a situação, passa a exigir uma reação dele.

Algumas dicas para o casal não entrar em crise:

- É importante que a mulher adote a postura de dar força o tempo todo e de não entrar em nenhuma briga provocada pelo nervosismo do marido. É necessária compreensão que a crise é pela incerteza quanto ao futuro, não por causa da família. Neste caso o casal precisa ser solidário.

-  É preciso muito diálogo e compreensão entre o casal.

-  A mulher deve tentar não fazer cobranças e o homem tem de entender que não adianta descontar toda a sua mágoa na família.

- A família toda deve compreender a situação de tensão, ajudar na diminuição de gastos, e aqueles que têm condições devem tentar ajudar a suprir a situação financeira.

-  Não se deve ficar dando palpites ao membro desempregado, ele com certeza sabe o que o espera: fazer e enviar currículos, procurar contatos, maior dedicação, etc.

Se perceber que ele não está fazendo nada, não critique e nem dê sugestões, tente ser compreensivo e dê tempo ao tempo.

 

Matéria publicada pelo C&Cia, para melhorar seu namoro, noivado, casamento, casamentos e ajudar as noivas e casais. 



          

 Conselho de um Velho Apaixonado
 Relacionamento Amoroso
 Canção dos Homens
 Canção das Mulheres
 Caviar - como servir

                      Publicidade
Advertisement

Advertisement

Advertisement

Advertisement

               Guia de serviços
Calígrafos e Convites

Anuncie no C&Cia

Lista de Presentes

Anuncie no C&Cia

Anuncie no C&Cia


Anuncie no C&Cia