Enquete
Qual estação do ano você escolhe para seu casamento?
 
Historia de Edimara e Sandro

Vejam como o destino de alguns casais é inevitável.

Conheci o Sandro quando tinha uns 8 ou 9 anos, morávamos na mesma rua, ele devia ter por volta de 13 anos, nessa época eu era completamente apaixonada por ele, achava o garoto mais lindo do mundo, mas como eu era criança ainda ele nem se quer me olhava. Bom, o tempo passou,   e a vida se encarregou de nos levar para outros caminhos.

Passaram-se 25 anos. Era sábado à noite, dia 24/03/07, sem nada de muito interessante para fazer, pois não sai nesse dia, entrei na Internet para conversar com meus amigos do MSN, mas não tinha quase ninguém on line em meus contatos, resolvi então entrar no bate papo na sala de Bragança, na verdade odeio essa sala, pois só tem crianças, mas depois de muito garimpar, encontrei uma pessoa mais velha.

Adicionei no meu MSN e começamos a conversar, ele tinha um papo interessante, apesar de não falar muito, vi sua foto e achei um homem muito bonito e também tínhamos bastante afinidade, seus gostos eram parecidos com os meus.

Ele me passou o link do seu orkut, e para minha surpresa era o Sandro, reconheci pelo sobrenome, o mesmo garotinho à quem eu havia me apaixonado na infância, foi muito legal saber de sua vida, de como ele tinha se transformado, que homem lindo ele era agora, não só uma beleza exterior, ele me pareceu muito especial.

Conversamos tanto nesse dia e justo "eu" que não consigo teclar mais que cinco linhas com outras pessoas, nunca tive muita paciência. E com ele, não me cansei, pelo contrário, nem vi o tempo passar, achei que ele pudesse estar cansado, e por isso resolvi sair, não queria chateá-lo. Combinamos de nos falar no dia seguinte à tarde. Fui dormir, mas minha vontade era de continuar conversando com ele.

Nem consegui dormir direito, pensei tanto nele, no que conversamos, me lembrei de quando ainda era uma menina, lembrava dele direitinho, do seu rosto, seu jeito, era como se 25 anos não tivessem passado.

Acordei com o Lyon (meu cachorro) fazendo o maior barulho no domingo, mas quem disse que ele deixa alguém dormir até mais tarde? Me levantei e logo o telefone tocou era o Dorival dizendo que ia pegar os meninos mais tarde. Resolvi já que estava sozinha ir ao clube, não fiquei muito tempo, almocei na casa da Elaine e fui embora logo, não via a hora de chegar a tarde e conversar com ele de novo. Achei estranho o que estava sentindo, como podia sentir tanta falta de alguém que eu nem conhecia.

Entrei no MSN e ele não estava, mas logo que entrou ele me chamou, começamos a conversar e  a nossa conversa tomou uma direção que me deixou muito triste, ele me disse que apesar de estar no fim de um relacionamento, que ainda tinha vínculos com a ex-namorada. Eu que estava tão encantada perdi o chão, nem sabia mais o que dizer, nunca tinha ficado tão sentida, eu nem o conhecia, mas era como se ele já fizesse parte de mim.

Mesmo assim, continuei a conversar com ele, combinamos de nos encontrar a noite, achei que se eu o visse pessoalmente, esse encanto todo passasse, pois tudo aquilo estava mais parecendo um sonho e a realidade é sempre tão diferente, achei que o vendo o encanto quebrasse.

Fiquei super ansiosa, parecia o primeiro encontro da minha vida. Ele se atrasou apenas uns minutinhos, mas esses minutos pareceram uma eternidade, achei que ele não fosse aparecer.

Bom ele apareceu, fomos para o lago e o mais impressionante era que nada era surpresa pra mim, ele era exatamente como eu imaginava, o seu jeito de me olhar, de falar, enfim, me senti super a vontade a seu lado, me mostrou ser um homem sincero, sensível.

Quando ele tocou em mim e me beijou eu soube naquele momento que era ele, a pessoa que eu sempre busquei, como era bom estar em seus braços, sentir seu cheiro. Era como se eu já estivesse estado com ele muito tempo, como um reencontro de alguém muito querido, quando ele me abraçou senti como se tivesse abraçando alguém à quem estava com muita saudades e quem eu estava esperando por muito tempo.

O tempo passou tão depressa enquanto estávamos juntos, quis ir embora, porque não sabia dele, o que ele estava sentindo, ele é tão quieto, achei que de repente ele quisesse ir embora, não sabia se ele estava gostando de ficar comigo.

Ele me levou embora e aquele turbilhão de sensações, sentimentos, confesso que fiquei um pouco perdida, fiquei com medo, pois nunca havia sentido isso antes.


Começamos a namorar nesse dia 25/03/2007, hoje fazem quase 12 meses, de amor, respeito e muita união. Nos casamos no civil no dia 23/02/2008 e vamos nos casar na Igreja Santa Terezinha no dia 09/05/2008 - O nosso Felizes para Sempre...


          

 A História de Rafaela e Wagner
 Invente, tente e experimente
 Historia de um amor Maduro
 A História de Silmara e Marcondes
 Sinal dos Céus?

                      Publicidade
Advertisement

Advertisement

Advertisement

Advertisement

               Guia de serviços
Anuncie no C&Cia

Anuncie no C&Cia

Lista de Presentes

Anuncie no C&Cia

Anuncie no C&Cia


Calígrafos e Convites