Enquete
Qual estação do ano você escolhe para seu casamento?
 
Conhecendo a TPM

Você com certeza já deve ter percebido em sua vida, dias nos quais sem razão aparente encontra-se numa euforia esfuziante, alegria sem motivo , raciocínio lúcido, sentindo-se feliz por estar viva, achando tudo belo e maravilhoso.  

Outros, porém, parece estar invadida pelo sentimento contrário, tudo é tão difícil, exaustivo , perde a praticidade, a lógica para alguns raciocínios, sente preguiça e parece que a própria vida é um misto de esforço e castigo. Então, como mulher controlada se pergunta o que aconteceu, ou a que ponto chegou em sua maturidade, pois está descontrolada e desequilibrada. Nesses dias a tendência para depressão ou agressividade é muito forte.

Esses e alguns outros sinais, não significam insanidade ou fraqueza espiritual, mas representam alterações normais de seu organismo, que podem chegar a desequilibrar sua vida, devido ao desconhecimento deste assunto. Essas alterações estão ligadas a produtividade hormonal de seu organismo, peça fundamental para gerar vida ao ser humano. Se você tiver conhecimento de seu funcionamento orgânico, poderá aproveitar as vantagens e amenizar as desvantagens destes períodos.

Isto tudo e mais outros sintomas é conhecido como TPM (Tensão Pré-Menstrual), ridicularizada por alguns, superestimada por outros, nada mais é do que um conjunto de características orgânicas, cientificamente comprovada (portanto não é frescura de mulher e nem doença feminista da moda) que antecedem, geralmente 10 dias, ao período menstrual.

Estatísticas:
As seguintes estatísticas foram tiradas de estudos feitos pelo Dr. Elsimar Coutinho em seu livro, Menstruação, a sangria inútil. Segundo ele, não são todas a mulheres que sofrem com as alterações trazidas pela TPM, mas que em 30 à 40 % da população feminina o fato assume características perturbadores ou até incapacitantes !
Estudos sistemáticos destas mulheres mais propensas à TPM revelam como sintomas mais freqüentes: cansaço (92%), irritabilidade (91%), distensão abdominal (90%), tensão nervosa (89%), sensibilidade nas mamas (85%), variação de humor (81%), depressão (80%), maior desejo de comer (78%). Mais da metade destas mulheres (cerca de 65 %) desenvolvem sintomas emocionais e físicos, apenas 5% apresentam sintomas físicos, sem o emocional, enquanto cerca de 40% tem sintomas psíquicos, sem os físicos.

Os efeitos físicos mais importantes são os relacionados com a retenção de sal e água, causadores da distensão abdominal, dor ou hipersensibilidade nas mamas, com ou sem aumento do volume, dor nos quadris, inchaço nos pés e mãos e aumento de peso.

Os efeitos da TPM sobre o comportamento da mulher podem ser devastadores. Trazendo prejuízo não somente para ela, mas em todos seus relacionamentos sociais (parentes, amigos) e profissionais. Tem sua eficiência reduzida no emprego, escola ou em competições esportivas, depressão, nervosismo, insegurança, conflitos conjugais, maus tratos e rejeição dos filhos, confusão mental, esquecimento, ingestão exagerada de alimentos ou bebidas. Agressividade dirigida aos que estão ao seu redor, perda de confiança de amigos, familiares, posição no serviço, afastamento do marido, divórcio, tentativas de suicídio e até assassinato são conseqüências do estado mental alterado na fase pré-menstrual das vítimas de TPM.

Em alguns países, como EUA e Inglaterra, o fator TPM é considerado como atenuante, quando provado que o crime foi cometido nesta época. Existe no Instituto criminalístico da faculdade de medicina da Unicamp, um estudo provando o aumento de infrações cometidos por mulheres nesta fase. Apesar da TPM ser vista na adolescência e na pré menopausa, é mais freqüente na mulher entre 30 e 45 anos, desaparecendo na menopausa com o fim definitivo das regras.

De uma forma bem simples, tentaremos explicar como ocorre este fenômeno. O corpo feminino se prepara mensalmente para receber a fertilização de seu óvulo, caso isto não ocorra, surge então o fenômeno mais corriqueiro da vida de uma mulher: a menstruação. Porém, a menstruação não vem do nada. No período pré-ovulatório, que antecedem as regras, o organismo começa a reter líquido, necessário para formar a bolsa d'água que durante toda a gestação protegerá o bebê. A camada interna do útero, o endométrio, fica mais grossa pois dará origem ao saco gestacional e tudo mais necessário para uma gravidez saudável. Quando chegado o tempo de ovulação, se não ocorre uma fecundação, esta camada se descamará toda e será eliminada pelo organismo, através do sangue menstrual. Visto desta maneira, pode-se realmente admirar a forma perfeita para o surgimento de vida através de nós mulheres.

Porém, esta retenção de líquidos e sal em nosso corpo cria-nos situações desconfortáveis, como dores nas juntas (já que o útero está solicitando tudo para ele) algumas reclamam de fortes dores na coluna, inchaço nas mamas e pélvico (barriga estufada). Essas alterações endócrinas, hemodinâmicas são semelhantes as que ocorrem no período pré parto. O Dr. Mário Damito, obstetra e ginecologista diz que nesta fase a mulher tem até pressões cerebrais, o que causa o nervosismo acentuado, ou irritação sem motivo. Perceba que inchaço cerebral não é apenas "frescura de mulher", mas uma alteração muito grave, causadora de todos estes distúrbios comportamentais. Não é a toa que tanta confusão se origina nesta fase.

Essa alteração cerebral pode causar enxaqueca para algumas, uma forte dor de cabeça acompanhada de náusea, distúrbios gastrintestinais, irritação à luz forte etc. Porém, o objetivo deste artigo, além de por você a par do que ocorre em seu organismo, é também compartilhar atitudes a serem postas em prática para como já disse no começo, ajudá-la tirar vantagens e amenizar as desvantagens.

1. Geralmente a TPM precede 10 dias a menstruação, se você não tem controle de seu ciclo menstrual, comece a marcar os dias no calendário para que possa prever a semana fatídica.

2. Quando a tensão realmente "explodir", ela vai verter em agressão ou depressão. Ou seja, se você tiver uma super briga com alguém , isso lhe dará um certo alívio, ou s e você tiver uma crise de choro, também terá essa liberação. Caso você não consiga "segurar as pontas" e acaba partindo para a agressividade, pode magoar e ferir as pessoas ao seu redor. Portanto, uma boa sugestão é (pasme) provocar um choro saudável! Assim você pode dar vazão à pressão e ninguém será afetado negativamente. Recorra à filmes tristes e de preferência quando não tiver ninguém por perto... maluquice ? Se você tem sido vítima de TPM experimente isto.

3. Tente escrever suas emoções no papel, assim pode diminuir ansiedade, tristeza e nervosismo, sem sobrecarregar os outros.

4. Evite nesta fase fazer faxinas e mudanças na casa. Na medida do possível, evite ter que tomar decisões importantes. Seu raciocínio lógico esta afetado, além de aumentar sua ansiedade, você pode mais tarde se arrepender por uma opção errada.

5. Tome cuidado com seus relacionamentos, tente explicar a seu noivo ou marido e filhos que está passando por um momento tenso, que tentem auxilia-la. Caso as crianças não entendam ainda, cuidado com as palavras e atitudes. Se possível, passeie com eles, tente relaxar e fazer coisas divertidas em família. Além de evitar confrontos, talvez seja até produtivo para o equilíbrio familiar!

6. Qualquer tipo de exercício será bem vindo, pois auxiliará a eliminar o excesso de líquidos e aumentará a produtividade natural de endorfinas (analgésico produzido naturalmente pelo organismo, para aliviar dores e cansaço muscular ) devido ao esforço, auxiliando assim o alívio também da TPM. Natação, caminhadas, você até pode pular corda com as crianças.

7. Cuide de sua aparência. Nestes dias o pessimismo e insatisfação aumentam, se você não é do tipo que não gosta de se arrumar, então nem se olhe no espelho, pois você não está se sentindo apenas feia. Você realmente está com a aparência afetada pelos hormônios, as impurezas surgem à pele, espinhas, aumento de oleosidade, falta de brilho nos cabelos...

8. Cuide melhor da alimentação nesta fase. É necessário restrições alimentares e alterações na dieta. Aumentar a ingestão de líquidos e diminuição do sal, consumir mais verduras e alimentos saudáveis podem ajudar a tratar o edema pré menstrual. A diminuição de alimentos salgados e carboidratos é necessário, pois a ingestão de alimentos sólidos aumentam o peso e o edema.

9. Dê a si mesma alguma regalia, algo simples, que não comprometa seu orçamento familiar, saia com seu marido uma noite, tente conversar coisas amenas, da época de namoro, ou saia com alguma amiga.

10. Evite situações que lhe sejam naturalmente conflitantes. Talvez pessoas com as quais você naturalmente não se relacione bem.

11. Estas sugestões, com certeza lhe serão de extrema utilidade, caso você tenha se identificado com o artigo e nunca tenha percebido que tinha este problema, são idéias extremamente simples e práticas, colecionadas com a ajuda de algumas outras conhecidas que passam por isto. Há porém alguns casos que precisam de orientação médica, para que sejam feitos exames de dosagens hormonais e indicação de diuréticos e calmantes. As alterações emocionais e de humor são tratadas com uso de tranqüilizantes leves, antidepressivos, ansiolíticos e até com os chamados estabilizadores do humor. Pode ainda ser usada a psicoterapia quando os diversos tratamentos propostos não resolvem o problema.

É preciso que busquemos e alcancemos equilíbrio nesta crise previsível, visto que algumas mulheres ignoram-na totalmente e outras tratam-na como extremamente limitante, utilizando-se disto como desculpas para os evidentes descontroles da tensão. É preciso distinguir o que é hormonal e a capacidade humana de controle pessoal e criar estratégias para que este período seja superado com sabedoria, sanidade e vitória. Momentos de exercícios, meditação ou reflexão podem trazer alívio, ao fortalecer a mente e equilibrar as emoções. TPM não é nenhum monstro, mas um fenômeno corriqueiro, já que é mensal, cientificamente comprovado, mas nem por isso algo que possa ser evitado ou ignorado.

Fico contente em perceber que a mulher moderna tem tido mais acesso à informações, para que pesar criteriosamente aquilo que pode fazer para obter com equilíbrio vitória sobre essa síndrome.

 

Matéria publicada pelo C&Cia, para melhorar seu namoro, noivado, casamento, casamentos e ajudar as noivas e casais.



          

 Spa Day da Noiva
 Cuidados com o Corpo da Noiva
 Maquiagem para Noiva Ruiva
 Maquiagem para Noiva Loira
 Maquiagem para Noiva Morena

                      Publicidade
Advertisement

Advertisement

Advertisement

Advertisement

               Guia de serviços
Anuncie no C&Cia

Anuncie no C&Cia

Anuncie no C&Cia

Calígrafos e Convites


Lista de Presentes

Anuncie no C&Cia